Blog Belvittà
abr
07

Junto com o envelhecimento, a pigmentação irregular da pele é uma das queixas mais comuns em todas as clínicas de estética. As alterações na pigmentação da pele estão relacionadas com diversos fatores e geralmente não é uma questão fácil de resolver na sala de tratamento. Talvez o melasma seja uma das condições pigmentares mais difíceis de tratar, uma desordem comum da hiperpigmentação que afeta mais de cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo.

O melasma afeta predominantemente mulheres com fototipos Fitzpatrick III a VI, ou aqueles com ascendência em regiões equatoriais onde a radiação ultravioleta é maior. Embora a exposição ao sol e os hormônios estejam intimamente associados com a formação do melasma, ainda há muito a ser entendido sobre a origem e o desenvolvimento da doença.

Independentemente do sexo, o melasma pode aparecer em áreas do rosto expostas ao sol como um todo ou em uma área distinta. Essas manchas escuras normalmente aparecem na testa, bochechas e queixo de uma forma simétrica.

Melanina, um pigmento vital

Para entender distúrbios de pigmentação, é importante compreender os fundamentos da cor da pele humana e sua função protetora. Apesar da enorme gama de cor de pele humana, todas as variações que vemos são devido à presença de um pigmento conhecido como melanina. Originária da palavra grega melas, que significa negro, a melanina é composta de duas formas: a eumelanina, de coloração preto amarronzado e a pheomelanina, de coloração amarelo avermelhado. Estudos têm mostrado que a produção de melanina dá origem a cor da pele, que em última análise, protege o indivíduo de condições de deficiência em vitamina D e da radiação solar.

O processo de produção de melanina na pele, conhecido como melanogenese, sofre influência de vários fatores internos e externos. Além dos raios UV, os hormônios e sinais inflamatórios podem estimular os melanócitos a aumentar a produção de melanina e/ou aumentar a sua transferência para os queratinócitos.

Em ambos os casos, o resultado é um escurecimento da pele. Uma vez que muitos fatores afetam a pigmentação da pele, as mudanças observadas podem ser transitórias (durante a gravidez), permanentes (envelhecimento intrínseco), ambientais (após a exposição UV) e externas (certas drogas ou medicamentos).

Embora, no passado, acreditou-se que o melasma era uma doença relacionada com a gravidez e/ou com o uso anticoncepcional, novas pesquisas mostram que, para muitas pessoas, incluindo homens, é uma doença crônica que existe a décadas.

Uma nova compreensão do melasma

Historicamente, o melasma foi considerado um transtorno de hiperpigmentação em mulheres que estavam passando por mudanças hormonais. Hoje, sabemos que é mais complicado do que isso. Embora as causas exatas ainda não sejam totalmente conhecidas, os estudos mais recentes sugerem que os hormônios, a exposição UV e a genética são os principais influenciadores do transtorno.

OS TRÊS Ps DO TRATAMENTO

Sempre que o profissional iniciar o tratamento de melasma, recomendamos que ele respeite três Ps para obter os melhores resultados: Paciência, Persistência e Precaução.

Paciência: tanto o profissional, quanto o cliente vão precisar de paciência para obtenção de resultados e controlar as suas expectativas.

Persistência: via de regra, os tratamentos de melasma exigirão disciplina para visitas regulares à clínica, além de cuidados diários home care.

Precaução: fundamental para o profissional, porque ele pode, inadvertidamente, agravar o problema ao desencadear inflamação na pele. Os peelings químicos podem melhorar a aparência do melasma epidérmico, porém o máximo cuidado é necessário quando se escolhe a formulação e protocolo de tratamento para evitar hiperpigmentação. Os clientes mais propensos a ter melasma também são mais sensíveis aos raios UV e produtos químicos que podem desencadear hiperpigmentação.

Recomendar os produtos corretos para cuidados diários é muito importante para o resultado do tratamento. Mesmo que os clientes venham regularmente para o tratamento, sua pele pode ser diferente a cada visita. Preste especial atenção nível de estresse do cliente, uma vez que o cortisol (hormônio do estresse) pode sensibilizar a pele e provocar inflamação. Sabendo que o melasma pode piorar se o cliente estiver estressado, você pode primeiro combater a inflamação, para somente depois tratar a pigmentação.

Por ser um problema estético altamente visível, o melasma causa muito sofrimento. Com os avanços da cosmetologia e recursos de eletroterapia, os profissionais de estética podem ter um efeito poderoso, não só na aparência da pele, mas também sobre a felicidade geral do cliente.

A linha Ilumiderm da Belvittà, foi desenvolvida especialmente para tratar problemas de hiperpigmentação da pele, combinando ingredientes clareadores de origem natural e eficácia comprovada através de estudos clínicos. Conheça!

O que você achou deste artigo? Deixe um comentário aqui no Blog! Ele será muito importante para criarmos conteúdos cada vez mais relevantes para o profissional.

About the Author
  1. Rejane Zabot Reply

    Parabéns!!!

    Muito bom este artigo, foi esclaredor.
    Obrigada.

  2. simone g velasco Reply

    Muito boa a materia e esclaceu algumas dúvidas quanto ao assunto. Me foi muito útil..
    Obrigada!

  3. izzabel Reply

    Muito bom veio a acrescentar meus conhecimentos show

  4. mirly Reply

    Realmente é um grande problema o melasma!sofro com elas!!!

  5. Mariligia Wiesel Reply

    Adorei o conteúdo. Sintético e eficiente.

  6. mara castro laurinho Reply

    Já uso a.linha belvità e recomendo para meus clientes produtos bons e de qualidade continue trazendo novidades que ficaremos felizes

  7. Esthetic Store Cosméticos Reply

    Adorei a matéria, os produtos estão com uma aceitação ótimo e o Kit Ilumiderm fazendo maior sucesso com seus resultados. Adoramos vender Belvittà.

  8. Elisabete Oliveira de Jesus Reply

    Muito bom a matéria mais quais produtos podemos usar.

  9. Vanessa Agra Reply

    Sofro com esse problema mais comecei meu tratamento! Adorei o post.

  10. Marilani Mello Reply

    Gostaria que alguém entrasse em contato comigo sou esteticista facial e gostaria de conhecer seus produtos e sobrre o tratamento com o melasma. (31) 9777-2964 whatsapp

    • belvitta Reply

      Olá Marilani, vamos entrar em contato para lhe passar mais informações sobre este tratamento e produtos :)

  11. Fabiana Reply

    Olá, gostaria de mais informações sobre os produtos Home Care.

Leave a Reply

*